Desenvolver uma estratégia de conteúdos é fundamental para qualquer negócio e para conquistar públicos. Mas como podem ser estes textos trabalhados? Aqui ficam algumas dicas para trabalhar conteúdos.

FAQ. Perguntas frequentes podem servir de inspiração para a elaboração de conteúdos. Começar este tipo de conteúdo com títulos como ¨Porque¨, ¨Como¨, apresentar um texto partindo de um Problema e dar uma solução ou mesmo elaborar conteúdos partindo da frase ¨Dúvidas sobre¨; todas estas introduções cativarão. Responder a perguntas frequentes ajuda a consolidar o projeto em motores de busca e ajuda a consolidar a posição do autor como especialista na área.

Listas. Uma outra forma de construir conteúdos é através da apresentação de uma lista. Formalmente isto exige trabalhar um conjunto de medidas que podem afetar o tema que pretendemos tratar. Trabalhar uma lista requer a divisão do conteúdo em assuntos que sejam claros e que se sinta que fazem sentido. Este tipo de textos normalmente começam com títulos que envolvem números ¨10 Maneiras de Fazer¨, ¨8 Alternativas a¨, ¨10 Dicas sobre¨, etc.

Checklist. Existe ainda uma terceira maneira de organizarmos o nosso conteúdo. A elaboração de uma checklist de assuntos que retratam um determinado tema pode ser uma via viável para atrair consumidores. Uma ckecklist requer, à semelhança da lista, que se tenha uma estrutura pensada de etapas ou assuntos a tratar que façam sentido como um todo.

Entrevistas. Uma outra forma de consolidar a nossa posição como especialistas num determinado assunto é através da elaboração de entrevistas a pessoas que estão associadas ao nosso meio de trabalho. O que vai permitir é, igualmente, consolidar a nossa posição na indústria e criar uma rede de contatos que, de outra maneira, não existiria.

Guias. Um guia é um elemento mais técnico de conteúdo. Requer que se conheça melhor o tema em questão e mais do que meramente resolver problemas, o que se pretende é entrar em pormenor sobre o assunto em questão. É nessa capacidade de dar pormenor e desenvolver guias que está a vantagem desta ferramenta.

Tutoriais. Semelhante ao guia, um tutorial requer um conhecimento detalhado sobre um produto ou serviço. Requer entrar e ensinar como fazer algo ou como algo pode ser utilizado. O que diferencia o tutorial do guia é a sua maior capacidade de demonstrar na prática como algo funciona. Um guia é mais uma exposição genérica do tema.

Notícias. Acompanhar diariamente o que acontece no nosso ramo de trabalho e complementar esse conhecimento com a elaboração de textos, por exemplo, serve igualmente para consolidar a nossa posição como especialistas técnicos. Notícias que sentimos como sendo importantes e representativas da nossa indústria podem ser uma via para sermos percecionados como peritos. O que se torna relevante é que tenhamos uma visão profissional do assunto e a transmitamos com lógica.

Estudos de Caso. Estudos de caso podem servir igualmente para produzir conteúdo. Podemos pegar num conjunto de assuntos em que sentimos que pode servir de exemplo para ilustrar algo, e utilizamos na elaboração de conteúdo. Um estudo de caso é bastante relevante na fase de angariação de clientes uma vez que criar confiança. Desenvolver estudos de caso é, deste modo, bastante importante.

Testemunhos. A última forma de desenvolver conteúdos é atraves da elaboração de testemunhos sobre um determinado assunto. O que determinada pessoa diz sobre um produto ou serviço pode servir para conquistar clientes. Desta forma, utilizar uma estratégia de angariação e difusão de testemunhos é bastante importante.