Trabalhar conteúdos exige trabalhar um processo de produção. A elaboração de uma pauta editorial aparece, neste sentido, como algo absolutamente necessário para se concretizar uma boa estratégia de elaboração de conteúdos. Como o podemos fazer? Aqui fica a resposta.

Data de Publicação. O primeiro elemento a inserir na pauta é a data de publicação. Desde o início deve existir uma boa capacidade de saber quando se vai escrever sobre um determinado tema. Com equipes muito grandes, desenvolver este processo torna-se ainda mais necessário.

Autor. O segundo elemento da pauta tem que ser o nome do autor. Mais uma identificar o autor de determinado tema sujeita a planificação a uma organização interna absolutamente necessária.

Tipo de Conteúdo. Definir previamente que tipo de conteúdo será desenvolvido é outro elemento que deve fazer parte da pauta editorial. O conteúdo pode ser uma resposta a uma pergunta frequente, uma lista de soluções, um caso de estudo sobre algum tema específico, um guia prático para fazer algo. Seja qual for o tipo de conteúdo a desenvolver, é importante planear.

Meio de difusão. O quarto elemento a levar em conta é o meio de difusão do conteúdo. Será o conteúdo produzido para o blog, em vídeo, na forma de e-book, em audio ou podcast? Definir o meio de difusão permite orientar de maneira estratégica quem produz e acompanha o processo de produção de conteúdos.

Tema ou categoria. Qual o tema que irá ser tratado? Qualquer assunto contem em si um conjunto de temas ou categorias que o permitem segmentar. Por exemplo, podemos segmentar o mercado de cabeleiros por todos os serviços que são prestados. A esses serviços correspondem categorias de temas a tratar específicos. E dentro dessas categorias existem sub-categorias que podem ser igualmente tratadas.

Oferta. Qual a oferta associada ao tema debatido? O sexto elemento fundamental de qualquer conteúdo é a associação deste a uma oferta. Incentivar à venda ou à angariação de uma lead deve fazer parte de qualquer estratégia de conteúdos.

Título. Vem em último mas poderia vir em primeiro. O título do conteúdo é relevante e deve ser trabalhado ao pormenor. Normalmente é o reflexo do tipo de conteúdo que estamos a produzir. Mas tem um valor em si mesmo: deve servir para atrair consumidores.